quarta-feira, 18 de maio de 2011

A ilusão do Perfeito

Ah, maldito Karma humano, o de achar que existe a tampa de encaixe exato pra sua panelinha de cabo frouxo;
De querer procurar o fitting exato pra forma tosca da alma torta;
Pensar ver em um rosto perdido no vazio da multidão, o par pra sua velha meia furada;
Tentar, à todo custo, fazer da perfeita debilidade da alma alheia, um parceiro ideal;
Viver às custas da idéia de que há, lá fora, uma companhia sem defeitos, digna do titulo de perfeito;

Mas, cá pra nós...
O que é da vida humana, senão amar e ter esperança?
Qual a graça de pensar que chegamos onde estamos para estar, e mais nada do que perpetuar a chance de sofrer de uma vida sem o que amar e querer?

Ah, doce Karma de ser humano e ter que errar!

Erick Ozaki

Nenhum comentário:

Postar um comentário