domingo, 17 de outubro de 2010

Acertando o passo...

O que acontece com a vida?
Ja corri demais, me apressei, peguei o bonde ainda no terminal, sentei na janelinha, mas ainda era muito cedo, e nao tinha o que ve por ela. So um caminho triste e desacompanhado.
Ai entao, atrasei o passo. Andei mais devagar, esperei que as ruas tivessem movimento e vida a observar e ser vivida. Subi num bonde ja lotado, tendo que ir em pe, com a vista cortada pelas bordas da janela.
Agora, oras, que devo eu fazer? Fui empurrado quando o passo era muito rapido e minhas coisas se faziam no meu tempo certo, ainda que sozinho. Um caminho triste, mas certo.
Fui deixado de lado e passado pra tras quando diminui o ritmo. Agora a vida corre mais do que minhas pernas atrofiadas aguentam.

Sei o que quero, sei porque quero, mas nao sei porque alcancar.
Erick Ozaki